sábado, 13 de novembro de 2010

Cavalo branco

Ontem, em um de meus passeios noturnos acompanhada do noivo, vi um lindo cavalo branco, enorme, deitado em um terreno baldio. Não resisti e me aproximei. Amo cavalos. Mas, que animal não amo?

Ele se levantou assustado e se afastou. Insiti. Meu noivo me instruiu a ser mais segura e deu certo. Ergui minha mão e fui me aproximando, conversando, encarando aquele enorme olho terno cheio de medo.

Consegui. Toquei sua testa a princípio relutante e então ele se entregou ao carinho. Mas não só isso, ele também me mostrou o motivo de seu medo, virou a cabeça e então vi que ele não tinha o olho esquerdo.

Continuei a conversa, o carinho, lhe disse que tudo ia ficar bem. Mas não tenho certeza.

Um comentário:

Luiza - Myrvirian Gwynedd disse...

tadinu do nenen ameebaro amigo.